segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

"Cada instante é de Deus"


Limpar a casa não das tarefas que me fazem feliz. A gente limpa a casa e...a casa está suja...ele é a gata que nas suas tropelias escaqueira o abat-jour do candeeiro ou a cadela que larga pêlos ou nós ao virmos do quintal trazemos terra nas solas. Mas de vez enquando tem que ser...mesmo a contragosto. Hoje fiz uma limpeza "de tarelo" ao meu quarto, deitei papeis e jornais rançosos ao lixo e encontrei no meio daquela tralha toda este bilhetinho que partilho. Peguei nele e de repente senti-me transportada a Roma. Está quase a fazer um ano que lá estive. Na véspera de regressar estava eu de cabeça baixa e o Fernando, Sacerdote Argentino de sorriso luminoso de quem Crê, pergunta o que se passa, explico que já estou com pena de partir no dia seguinte. O Fernando sorri ainda mais e escreve no meu bloquinho de notas o recadinho que hoje me fez passar da tristeza à alegria. De facto cada instante é um instante, uma migalha que o Pai nos dá, saibamos saboreá-la "Demos graças, então".


Obrigada Fernando!

2 comentários:

Dulce disse...

Adelante, entonces! :))

Maria - Portugal disse...

mas que sinestesia gostosa...